[Especiais] Outras mitologias: Egípcia e Nórdica

by - quinta-feira, agosto 20, 2015

Tutankamon - Egito

No início da civilização, não existia ciência, mas algumas das perguntas que perduram até hoje e que ainda não foram respondidas através desta, está caminhando com a humanidade através dos séculos, na época neolítica quando começaram a se formar as grandes civilizações, essas perguntas existiam e para que elas fossem devidamente respondidas, a religião foi criada.

A primeira religião que se tem conhecimento atualmente foi a egípcia, que chegou para responder as perguntas de todo um povo que precisava de motivação para que suas regras fossem mantidas e que suas vidas ganhassem um propósito. Uma crença que é politeísta e que acredita que os deuses são antropomorfos e que interferem diretamente nos atos e vidas dos humanos.

De acordo com a religião egípcia o mundo foi criado a partir de uma divisão do nada, denominada Nun, e que a partir do momento em que se transforma em um ser divino material ele é denominado Áton. Possuindo a capacidade de se “transformar a partir de si mesmo” Áton se transforma em Rá, o deus da manhã e continua sendo ele mesmo o deus da tarde.

Essa capacidade de divisão a partir do nada é o que caracteriza em algo divinal, pois não poderia ser entendido pelos meros mortais humanos. Após essa criação o deus Rá origina mais dois deuses: Tefnut a deusa da água, e Shu o deus do ar, a partir da criação desses dois deuses a crença perde o significativo de se transformar a partir de um só e ganha a característica de dois seres criando um ou mais seres, e foi o que Tefnut e Shu fizeram, criaram os deuses Nut que representa o céu e Geb que é o deus da terra, dois deuses que nasceram unidos e que nos mostram a relação direta entre o céu e a terra e a forma que eles possuem até hoje, antes de se separarem Nut e Geb criaram mais quatro deuses: Osíris, aquele que cria a vida após a morte; Ísis que cuida de tudo aquilo que possui vida; Seth que representa o mal de todos os tipos e Néftis, o deus do ato de morrer e a orientação deste.

De acordo com a religião egípcia esse foi o ato de criação do mundo e de alguns de seus deuses mais conhecidos, sendo utilizado como verdade absoluta para todos os viventes desta crença e como parte das leis da civilização.

Alguns outros deuses que vieram posteriormente e que fazem parte da crença egípcia:




Nome

Ser ou associadoCoroaCaracterísticas
AmenCarneiroDuas plumasDeus criador
InpuCão egípcioDeus Da Guerra
AmonetSapo(Tebas) Coroa vermelha do Baixo EgiptoDeusa do oculto e poder que não se extingue
Anktabelha, besourocoroa de penasDeusa da guerra
AnitCorpo de Mulher ou ladrilhoDeusa da guerra
AnuketGazelaToucado de plumasDeusa do Nilo e da água
HepuBoiDisco solarDeus da fertilidade
ItenSolDeus solar criador
ItemuFénix ou carneiroCoroa duplaDeus solar criador
BastetGataDeusa lunar protetora da casa
KebTerraGansoDeus criador
HepRio NiloFlor de lótusDeus das inundações
Hut-HorVacasDisco solarDeusa do amor e da felicidade
HorFalcãosCoroa duplaDeus da Guerra
ImhotepSabedoriasToucaDeus da medicina e dos escribas
AstÁrvoresTronoDeusa da Magia
KhepriA transformação. EscaravelhoDeus solar autocriado
KhnumCarneiroCoroa AtefDeus da Criação do mundo
KhonsuFalcãoDisco solar e LuaDeus lunar, protector dos enfermos
MaatHarmonia cósmicaPena de avestruzVerdade, Justiça e Harmonia
MeskhenetMulher ou vacaDois vegetais curvadosDeusa protectora da maternidade e da infância
MenuTouro branco ou leãoDuas plumasDeus lunar, da fertilidade e da vegetação
MontuFalcãoDisco solarDeus solar e da guerra
MutAbutre, vaca ou leoaCoroa duplaDeusa mãe, origem do criador
Nebet-HetMilhafreO seu hieróglifoDeusa dos rios
NekhbetAbutreCoroa hedjetDeusa protectora, dos nascimentos e das guerras
NetCoruja, abelha, besouro, etc.Coroa decheretDeusa da guerra e da caça
NutA abóbada celesteJarro de águaDeusa do céu, criadora do universo
AsarO Grande JuizCoroa hedjetDeus da ressurreição
PtahO Nun originalToucaDeus criador e dos artesãos
FalcãoDisco solarDeus Solar, demiurgo
SatetAntílopeCoroa hedyetDeusa protetora do faraó
SekhmetLeoaDisco solarDeusa da guerra
Serket HeruEscorpiãoEscorpiãoDeusa protectora da magia
User-HepTouroCestoDeus oficial do Egipto e da Grecia
SeshatA astronomiaEstrelaDeusa da escrita e do calendário
SutiO desertoDeus protector/destruidor e do mal
ChuA atmosfera. LeãoPlumaDeus do ar e da luz
SobekCrocodiloCoroa AtefDeus do Nilo
SokarFalcãoCoroa AtefDeus das trevas e do Tuat
SopdetA estrela Sirius. Cão ou milhafreCoroa hedyetA mãe e irmã do faraó
TatenenColina primordial. Carneiro ou serpenteCornos retorcidos e duas plumasDeus criador e do que nasce em baixo da terra
TaurtHipopótamoDisco solarDeusa da fertilidade e protectora das Mulheres
TefnutLeoaDisco solar e dois uraeusDeusa guerreira e da humidade
DjehutyÍbis ou mandrilDisco solarDeus da sabedoria e da escrita
UadjitO calor ardente do Sol. Cobra ou leoaCoroa decheretDeusa protetora do faraó
UpuautCão negro ou chacalDeus da guerra e do Tuat

Várias outras mitologias vieram após a egípcia, entre as mais famosas estão a grega e a romana. E há também a mitologia nórdica.

Ela possui algumas similaridades com a mitologia acima, como o fato de venerar mais de um deus e ter a sua própria forma de criação. A mitologia nórdica acreditava que a terra era formada por nove mundos. Sendo Asgard onde os deuses viviam, no centro do disco que era a terra e que era alcançado somente atravessando a ponte de Bifrost. Já os gigantes de gelo viviam em Jotunheim, enquanto o subsolo escuro formava o Heldeim e era governado pela deusa Hela, o que era para onde todos os mortos chegavam em algum ponto.

Logo ao sul era o Muspelheim, onde viviam os gigantes de fogo e os outros reinos era o Alfheim: elfos luminosos, Svartalfheim (elfos escuros) e Nidavellir que eram as minas dos anões. E entre Asgard e Nilfheim estava o Midgard, o mundo dos homens.

No começo, existia apenas a terra de gelo ao Norte, Nilfheim e ao Sul a terra de fogo Muspelheim. Entre elas haviam um grande vácuo que recebia as águas congeladas de um lado e as lavas abrasadoras do outro e dessa junção surgiram o gigante Ymir e a vaca Audhumla. Do suor do gigante surgiram outros gigantes, e em meio ao gelo que vinha do Sul a vaca encontrou Buri, o primeiro dos deuses que foi pai de Borr sendo esse por sua vez o pai dos primeiros Æsir, Odin, Vili e Ve que após um tempo começaram a se sentir ameaçados com os gigantes, destruíram então Ymir e criaram o nosso mundo com os restos do gigante. A carne se tornou terra, os ossos montanhas, os dentes rochas e assim por diante.

Enquanto criavam a terra, Odin e seus irmãos perceberam que haviam muitos vermes procurando uma refeição da carne morta de Ymir e com medo deles destruírem as carnes, transformaram os vermes em anões e pediram que quatro deles segurassem o céu, receberam cada um o nome de um ponto cardeal e foram enviados para as extremidades da construção sendo assim criado Midgard, a Terra Média.
Não se passou muito tempo quando Odin acompanhando dos outros deuses, estavam dando uma voltinha pela praia quando encontraram dois troncos de árvores: um era freixo e outro olmeiro. E juntos, os três deuses decidiram que estava na hora de criar o primeiro casal de seres humanos.

Os deuses mais conhecidos dessa mitologia eram, Odin – Pai dos deuses -, Thor – deus do trovão -, Loki que era entre muitos o deus da trapaça e travessura, Freia, Frigga, Balder, Aegir, Heimdall entre muitos outros formavam apenas algumas das divindades nórdicas, sendo que o Loki tinha um grande destaque na profecia que todos esses deuses sabiam que aconteceria: O Ragnarök, que era não somente o fim dos deuses como também o fim de tudo e a ressurreição do mundo e dos sobreviventes dessa enorme batalha.

Ficaram curiosos sobre mais mitologias? Deixe aqui nos comentários se quiserem que a gente faça uma parte dois. Até a próxima. ;)


You May Also Like

0 comentários

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥