[Resenha] Corte de Espinhos e Rosas

by - segunda-feira, agosto 22, 2016

Vamos falar sobre Corte de Espinhos e Rosas.
Pra quem não sabe, essa é uma nova série da autora Sarah J Maas que é a mesma autora de Trono de Vidro e são livros baseados em algum tipo de conto sendo o primeiro baseado no conto da Bela e a Fera.


Nesse misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.


Começamos o primeiro livro com essa personagem, Feyre, que vive em uma cabana que mal pode ser chamado de cabana com o seu pai e suas duas irmãs mais velhas. Apesar de ser a mais nova, Feyre é encarregada de tomar conta da família já que quando perderam sua riqueza ela ainda era muito nova e não se acostumou tanto quanto os outros.
Certo dia, enquanto caçava, ela se depara com um lobo e o mata para vender a pele e comer a carne -  Nesse ponto devo dizer que eles vivem em uma sociedade onde sabem que feéricos existem e que séculos e séculos atrás viviam e escravizavam os humanos por serem seres superiores até que após um tratado os feéricos são mandados para um território e separados por uma muralha -. Como eu estava dizendo, um dos tratados para manter a paz diz que os humanos não devem matar um feérico e caçar tão perto dos territórios deles sabendo que eles podem se transformar em besta já que é arriscado... E dito e certo. Alguns dias depois, uma besta aparece quebrando a porta da casa de Feyre e exigindo em uma voz humana saber quem matou o seu amigo, quando Feyre assume e diz que foi ela, a besta lhe dá duas escolhas: Ou ela paga a divida com a própria vida ou ela vai com ele para seu território em Prythian – o lugar além da muralha -.
Ela, claro, escolhe a segunda opção.
Prythian é separada por 7 cortes comandadas por 7 senhores Grão-Feéricos (High-Lord) e Feyre vai parar na Corte Primaveril onde o senhor Grão-Feérico é ninguém mais ninguém menos do que a besta que veio lhe buscar, besta essa que não é tão besta e se chama Tamlin. 
Tamlin e sua corte sofrem de uma maldição na qual ele não fala muito, mas que fez todos da corte terem máscaras presas em seus rostos. 
Feyre, agora sem escolha, precisa se acostumar com a vida nesse novo reino que ela não conhece nada e nem ninguém a não ser Tamlin e seu amigo, Lucien. 

Vamos falar sobre os personagens, sim?
Feyre é uma personagem muito, muito teimosa. Contudo uma personagem forte e decidida, orgulhosa, mas também arca com seus erros. Apesar de algumas partes ela ter me irritado com seu orgulhoso enorme, é muito legal ver a evolução dela aos poucos. A relação dela com Lucien que eu amei desde o começo. O homem pareceu ser extremamente honesto deixando claro “olha, você matou meu amigo, não gosto de você. Mas meu Grão-Senhor falou que não posso tocar em você. Então vamos nos aturar”. E assim eles passam a construir uma relação honesta.
Falando em relação honesta... Tamlin. 
Tamlin é um personagem complicado, como a fera, ele não conta nada para Feyre sobre o que está acontecendo e para ser honesta – apesar da Bela e Fera ser um dos meus contos e filmes favoritos da Disney – eu totalmente me esqueci o que acontecia e assim me esqueci de detalhes que estavam óbvios no livro, mas tudo bem, porque assim pude aproveitar ainda mais. E a relação deles evolui assim como em a Bela e a Fera. Aos poucos. Ele vai tentando conquistar ela e fazer ela gostar dele, protege ela e cuida para que tenha tudo que queira e esteja ao seu alcance, cuida da família dela sem eles saberem e coloca ela em primeiro lugar. 
Nesse momento que me complico um pouco, apesar de ter aproveitado o romance deles, há alguns pontos nesse livro que me fizeram... Bom, vai um spoiler agora para quem não leu.

                                                              SPOILER ALERTA.

Certo, como assim, quando a mulher que ele ama vai atrás dele, Tamlin não faz NADA? Certo. Certo. Ele vai arriscar ela mais ainda e blá blá blá... Se ele vai arriscar ela mais ainda, porque ele beija ela quando Feyre está com as marcas que Rhys colocou justamente para ninguém tocar nela? ELE É... QUAL O PROBLEMA DELE? E também. Quem lhe deu o direito de esconder para ela durante aquele tempo todas as pessoas na casa? Honestamente, Tamlin. Honestamente. 

                                                                       PRONTO.

Claro que não poderia deixar Rhysand de lado. Ah, Rhys. Eu realmente amei o personagem dele, acho tão interessante ele e sabemos tão pouco que apenas quero saber mais e mais. Apesar do sarcasmo e de não termos certeza de que lado ele está, acho que Rhysand fez tudo ao seu alcance para ajudar Feyre assim como ajudar a si mesmo e as atitudes que ele tomou com ela foram desesperadas e de pura sobrevivência. Não acho que todo mundo vai concordar comigo, principalmente porque eu mesma não gostei de algumas coisas que ele fez... 


                                                                SPOILER ALERTA.

Quando ele pinta ela para que ninguém toque nela. Apesar de ter sido um absurdo porque fez parecer que ele usou ela como marionete, se ele não fizesse, ela seria torturada por outras pessoas todos dias. E ele mesmo nunca tocou nela além de segurar em sua cintura apenas para fazer um show. Mesmo ele deixando ela bêbada, até mesmo Feyre em algum ponto admite que ajudava.
                                                                       PRONTO.

Eu não acho a forma como ele ajudou ela foi a melhor, espero que no segundo livro possamos saber mais dele e suas razões e principalmente precisamos saber mais dele com Feyre, porque você, assim como eu, sabe muito bem o que aconteceu. Bom. Se leram o livro. Se não leram, o que estão esperando?

O livro, como todos os outros de Sarah J. Maas, é fantástico. A escrita é maravilhosa e os personagens cativantes, Sarah consegue trazer a fantasia de forma que possamos nos relacionar com os personagens e se apaixonar por eles, amei o fato que mesmo usando características claras de A Bela e A Fera ela ainda conseguiu nos surpreender com os últimos capítulos que foram simplesmente sensacionais. De verdade. Eu não consegui largar aquele livro quando cheguei em certo ponto. E caramba.
Se vocês acharem que eu estou sendo um pouco fangirl, estão certos, não tenho como fazer uma resenha racional desse livro apesar de estar tentando porque amei loucamente ele e estou loucamente esperando para por as mãos no segundo livro, Corte de Névoa e Fúria que lançou muito muito recentemente aqui no Brasil. 
Então esperem, e poderemos falar dele logo logo.

P.s: Não me perguntem se eu prefiro esse livro ou Trono de Vidro. Por favor.

Até a próxima, pessoal ;*


You May Also Like

7 comentários

  1. Hello, bom dia!
    Eu amo a história A Bela e A Fera, por isso quero ler esse livro. Vou comprar ele no black friday!
    Amei a resenha, parabéns.
    Beijooos!
    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo mesmo. É maravilhoso. Obrigada Ju ;*

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O que fazer quando você quer muito ler o Trono de Vidro, mas tem tanto livro pra ler que quando resolve dar uma chance, a autora já lançou mais 20 livros? KKKKKKKKKKKKKKK
    Mas falando sério, eu não quero ler esse livro antes de TdV, E por mais que goste de A Bela e a fera, a minha opinião sobre Game of Thrones, é contrária - pelo menos da série.
    Mas espero realmente que seja um bom livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai lendo todos que lançarem AHSUAHSUAHSUA E realmente é um bom livro

      Excluir
  4. Só fiquei com uma duvida, qual você prefere, Trono de Vidro ou esse? kkkkkkk brincadeira! Do jeito que você se empolga da muita vontade de ler, dependendo do preço vou comprar na Bienal! Sua resenha está fantástica, sua adoração por essa autora é cativante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor, nem brinca com uma coisa dessas HAUSAHSUAHSUA Obrigada bebê \o/

      Excluir

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥