#1 Bienal São Paulo 2016

by - terça-feira, setembro 06, 2016


Olá pessoal!
Como vocês bem sabem, a Lor e a Vi moram no RJ e em BA, respectivamente, então nenhuma das duas pôde vir para São Paulo para participar da Bienal, como boa amiga que sou, resolvi contar tudinho para vocês e para elas de como foi a minha experiência. Espero que vocês gostem!
Dois anos de espera e finalmente voltou, duas semanas se passaram e já acabou.
Infelizmente só tive disponibilidade (e dinheiro) para sábado, dia 3. Acompanhada de minha irmã, saímos de casa as 9:30 para pegar o trem, chegamos na estação de destino, onde disponibilizaram um ônibus que nos levaria até a Bienal, as 10:40 e ficamos assustadas de ver a quantidade de pessoas que tinha naquela fila, ficamos cerca de 1 hora esperando pra conseguirmos pegar o ônibus. Finalmente chegamos a Bienal e a partir daí foi fácil, não tinha fila nenhuma pra entrar e até o momento o local estava razoavelmente vazio.

bienal-sp-2016

Começamos a andar, já tínhamos nos programado, iriamos dar uma volta olhando preços para depois começarmos a comprar. O único problema é que dentro das editoras os corredores de livros eram curtos e estreitos, não dava para ficar muitas pessoas olhando o mesmo livro, se tivessem 5 pessoas no corredor o local já começava a ficar sufocante. Mas a maravilhosidade do lugar é contagiante demais para você ficar abalada, estar rodeada por tantos livros dava a inspiração necessária para você enfrentar o bololo de gente e comprar tudo que queria. Bom, os preços não estavam ótimos, mas dava sim para encontrar alguns livros mais baratos (depois vou mostrar toda nossa comprinha).
O que me deixou chateada foi a escassez de marcadores no local, os que consegui pegar foram graças as pessoas no caixa, que nem sempre eram muito agradáveis, como na Galera Record, onde compramos 7 livros, pedi pra moça do caixa me dar alguns marcadores e ela teve o carão de colocar apenas UM dentro da sacola, pelo amor, gastamos mais de 100 reais e ela me coloca um marcador!? Quase voei no pescoço dela, mas apenas engoli e saí de lá. Já na Companhia das Letras comprei dois livros, separadamente, pois apenas decidi levar o outro depois. O primeiro carinha que me atendeu foi sensacional, colocou quatro marcadores na sacola, dois de cada modelo, um para mim e o outro para minha irmã, e ainda me deu um broche quando não teve 10 centavos para me dar de troco, ele realmente foi um amor de pessoa, gostaria que todos fossem como ele. Mencionando os 10 centavos, não sendo mão de vaca nem nada, mas foram poucos os lugares onde tinham os benditos 10 centavos para darem de troco, na maioria eles ficavam devendo.

bienal-sp-2016

A praça de alimentação estava um absurdo de cara, não comprei nem uma água sequer, pois não tive coragem. Como já sabíamos do roubo que estaria por experiências passadas levamos lanches, bolachinhas e duas garrafas d’água, no final apenas ficamos com um pouco de sede, o que foi solucionado quando entramos no Uber na hora de ir embora, pois estávamos sem condições de pegar mais filas de sabe-se lá quantas horas.

bienal-sp-2016

Fiquei encantada, os estandes estavam maravilhosos, um pouco sufocantes como já mencionei, mas eles foram muito bem montadinhos, e só aquele cheirinho de livro quando se entrava em um já me inebriava o suficiente nem perceber o que estava acontecendo ao redor. Fiquei surpresa de encontrar um estande do Submarino, que até formava fila pra entrar durante a tarde, infelizmente o preço não estava tão atrativo quanto é no site. Rocco estava uma graça com uma seção dedicada apenas a Harry Potter. Alguns dos estandes já deixavam uma etiquetinha com os valores dos livros, o que eu prefiro porque sou meio lerda, mas todos eles tinham aqueles aparelhos para consulta de preço que tem em supermercado, o que facilitava bastante a vida das pessoas em exceção a minha que nunca enxergava um daquele. O que mais gostei, pelo menos onde comprei os livros, é que todas as editoras tinham suas sacolinhas personalizadas, estou quase guardando todas no meu armário como um souvenir.

Hoje eu contei um pouquinho pra vocês de como estava a Bienal, mas ainda essa semana sai um outro post contando as minhas comprinhas, então não percam!
Mais alguém foi na Bienal? Conta aqui nos comentários.
Beijos e até a próxima.

assinatura--may

You May Also Like

6 comentários

  1. MAAAY <3 Você sabe o quanto teria amado ir junto com você na Bienal :(
    Não foi esse ano, mas estava já até pesquisando uns preços de passagem pro ano que vem ir pro Rio, só que ida e volta estavam mais de R$ 2.000,00 o que é muito fora da casinha. E se ano que vem ainda assim não conseguir ir, vou no de SP em 2018 sem falta. Quero post sobre os livros que comprou <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tambem teria amado se você tivesse ido junto comigo Jubs! Mas pode começar a guardar dinheiro que estou te esperando em 2018!

      Excluir
  2. Li o post quase que em lágrimas, mais uma Bienal internacional que eu não vou! :'( mas amei ler sua experiência, May! Gostei da dica de levar o próprio lanche e água. E espero poder ir na próxima no RJ e depois em SP haha
    Aqui na minha cidade também tem bienal e eu fui neste ano e amei também. O ar desses locais é maravilhoso, apesar da multidão de gente que sempre tem rsrs
    Adorei o post e quero ver os livros!
    beijos
    Tamara

    Blog Tamaravilhosamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí, queria muito ir na do RJ também, queria ir todos os anos, ar de Bienal é renovador! O post das comprinhas sai amanhã, espero que você goste.
      Beijão!

      Excluir
  3. Como não amar ir na Bienal com a melhor companhia né Mayara? ;)
    Já vamos começar a guardar dinheiro para a próxima pra bater o recorde de compras de livros.
    #queromaismarcadores #queromeus10centavos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começamos a guardar depois da Black Friday, porque já to guardando dinheiro pra ela!

      Excluir

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥