[Resenha] A Rainha Vermelha

14:27




Páginas:
 424
Ano: 2015
ISBN-13: 9788565765695
ISBN-10: 8565765695



“A Rainha Vermelha - O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração.”

As expectativas ao redor desse livro eram enormes. Anunciaram um filme previsto dele antes mesmo do lançamento, além de dizerem que era uma junção de Game Of Thrones, X-Men e muitos outros.

A primeira coisa que eu diria é: não leia esse livro com grandes expectativas. Não porque é ruim, longe disso. O livro é fantástico, a ação é pontual, você entra no mundo que a autora propõe com uma certa facilidade e os personagens nos dão expectativas de algo grande que está para vir. Mas ainda assim, gostaria de ter lido ele com as expectativas um pouco mais baixas.

Para começar temos Mare, a nossa protagonista vive num vilarejo pobre onde as pessoas lutam para conseguir comida, emprego e até mesmo um pouco de luz em suas casas. Vemos a protagonista começar como um “moleque de rua”, batendo carteiras e pegando dinheiro alheio.

Mare é uma vermelha, o que quer dizer que o sangue dela não apenas é vermelho como também ela não tem nenhum dom especial, diferente dos de sangue prateados que dominam a sociedade com seus poderes sensacionais.

As coisas vão por água abaixo quando certo dia, seu melhor amigo Kilorn, aparece em sua casa dizendo que perdeu o emprego e por consequência agora será recrutado. Ela sabe que ele não sobreviverá e sabe que precisa fazer de tudo para ele não entrar no exército. Numa dessas buscas para ajudar o amigo, Mare encontra um rapaz misterioso e se pega contando toda sua história para ele achando que nunca mais o verá novamente. Estava muito enganada. Porque no dia seguinte empregados reais apareceram na casa da protagonista a mandando vir com eles porque foi chamada.

Ela logo se vê dentro do mundo dos prateados, e após um acidente ela se vê presa num papel que nunca achou que faria: de uma nobre prateada.

Acompanhamos então ela dentro desse mundo que ela não suporta, com pessoas que se acham superiores por conta do seu sangue e tentando sobreviver a cada passo sabendo que um erro e ela não verá a luz do dia novamente.

O grande foco desse livro é a rebelião de um grupo de vermelhos nomeados de: Guarda Escarlate. Eles lutam contra os prateados tentando mostrar ao povo que eles não são tão poderoso quanto acham e claro que Mare concorda com eles, vermelha de sangue ela viveu tudo de errado que os vermelhos vivem e mesmo com dois adoráveis príncipes ao seu redor ela não se esquece disso.

Mare é uma protagonista forte, cheia de esperança de um mundo melhor e se você se irrita com ela é apenas porque torce que ela consiga ter feliz. Com tantas guerras e brigas, o livro não foca tanto no romance quanto eu esperava. Ainda assim podemos conhecer de relance os dois príncipes e vê-los interagindo com ela.

Acho que um dos grandes problemas, pessoalmente, foi o fato que não pude conhecer realmente alguns personagens principais como os príncipes. Como é do ponto de vista de Mare, apenas vemos a forma como ela olha para eles e não percebemos seus pequenos atos de personalidade até que ela também percebe, o que deixa a história ao mesmo tempo misteriosa como também nos deixa um pouco vazios e querendo entender mais esses personagens. Então acho que é muito bom que esse seja apenas o primeiro livro.

“A Rainha Vermelha” é um livro fácil de ler, onde ficamos extremamente curiosos para o que vai acontecer a cada página e pode ter certeza que você vai se surpreender com o passar delas querendo apenas mais e o que o segundo livro chegue logo em suas mãos.

Já leram esse livro ou ficaram com vontade de ler? Deixa aqui nos comentários a sua opinião ou suas expectativas sobre ele. Até o próximo post.







22 anos, estudante de publicidade e propaganda. Sou apaixonada por ler, por livros, por escrever. Meu maior sonho é ser uma autora.

22 anos, mãe, escreve nas horas vagas e está sempre acompanhada de um livro. Ler é sempre uma grande aventura.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Sinceramente? To bem dividida quanto a série.
    Muita gente falando que não vale a pena e muita gente falando que é a melhor série já lida. Já li algumas resenhas do livro, e talvez hoje em dia não seja mais um tema que me interessa tanto quanto alguns anos atrás. E pelo menos num futuro próximo, não penso em ler o livro :/

    ResponderExcluir

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥